Página inicial

Notícia > Brasil

  • 15.08.2014 - 06:52

    Governo suspende a venda de 123 planos de saúde de 28 operadoras

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     Do UOL, em São Paulo

    As vendas de 123 planos de saúde de 28 operadoras serão suspensas a partir do próximo sábado (16). Isso significa que temporariamente eles não poderão ter novos clientes, mas o atendimento aos atuais continua normal. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (14) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

    Segundo a ANS, a suspensão foi determinada porque as empresas não respeitaram os prazos máximos de atendimento aos clientes e negaram, indevidamente, algumas coberturas.

    O objetivo da medida é impedir novas contratações e, ao mesmo tempo, garantir o atendimento aos cerca de 1 milhão de consumidores que já possuem contratos dos planos suspensos.

     

     

    As empresas Unimed Paulistana e a Viva Planos de Saúde foram as que tiveram as maiores quantidades de planos suspensos. A Unimed Paulistana está proibida de vender 35 planos. No caso da Viva, a comercialização de 13 planos está suspensa.

    Em nota, a Unimed Paulistana diz que está "no caminho" para atender a todas as exigências da agência e acredita que, em breve, a comercialização de todos os planos será liberada. "Estamos em constante processo de readequação de procedimentos internos para dar mais agilidade às demandas dos clientes", diz o comunicado.

    UOL não conseguiu, até a publicação desta reportagem, contato com a Viva.

    A Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge) diz, também por meio de nota, que as reclamações sobre o setor representam menos de 0,0047% do total de procedimentos e questiona a metodologia usada pela ANS para fazer as suspensões.

    "O setor considera importante o estabelecimento de prazos máximos de atendimento, mas entende que a metodologia de avaliação deve ser aperfeiçoada conforme sugestão já apresentada à ANS por todas as entidades nacionais representantes das operadoras de planos de saúde", diz a nota.

    A lista com todos os planos suspensos pode ser acessada no site da ANS (http://zip.net/bdpjnd).