Página inicial

Notícia > Brasil

  • 14.01.2015 - 03:49

    Ex-diretor da Petrobras é preso pela Polícia Federal no aeroporto do Rio

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     Por volta das 23h30 desta quarta-feira (14), a Polícia Federal prendeu o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró. Ele foi detido ao desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, enquadrado na Operação Lava Jato. 

    Cerveró é acusado de participação em crimes como corrupção contra o sistema financeiro nacional e lavagem de dinheiro entre 2006 e 2012, de acordo com denúncia aceita pela Justiça Federal.

    Além de Cerveró, passaram a ser réus no processo Fernando Soares, lobista conhecido como Fernando Baiano, apontado como um dos operadores do esquema de corrupção na Petrobras; e Júlio Camargo, executivo da Toyo Setal. A Justiça também aceitou a denúncia contra o doleiro Alberto Youssef, que já virou réu em outras ações.

    Advogado de Nestor, Edson Ribeiro, afirma que o cliente não tem envolvimento algum com Fernando Baiano, nem com o esquema investigado pela Lava Jato.