Página inicial

Notícia > Brasil

  • 26.02.2020 - 10:19

    Em Pernambuco, Secretaria de Saúde confirma primeiro caso suspeito de coronavírus

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    A Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou, durante coletiva de imprensa, na noite desta terça-feira (25), que uma passageira do voo 6954, da Companhia Azul, que partiu de São Paulo (Guarulhos) e chegou ao Recife com sintomas similares aos do coronavírus, é o primeiro caso suspeito da doença no Estado. A mulher de 51 anos, de nome não revelado, foi retirada da aeronave e examinada por agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo encaminhada para o Hospital Universitário Oswaldo Cruz, uma das unidades de referência selecionadas para fazer o atendimento especializado de possíveis casos do coronavírus. A aeronave em que a paciente estava transportava 132 passageiros e, segundo a SES, todos preencheram uma ficha e foram avaliados para possível contato, se necessário, após o resultado dos exames da paciente.

    Segundo o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, a paciente é moradora de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, e foi fazer um curso no Norte da Itália, dia 13 de fevereiro. Apresentou febre nos dias 17 e 18 de fevereiro; atualmente relata dor de garganta e moleza no corpo. “Importante dizer para população que o plano de contingência que foi montado pelo Estado de Pernambuco funcionou a contento, tanto por parte do acionamento da Anvisa, do suporte que foi dado pelo Samu metropolitano da Prefeitura da Cidade do Recife, como da referência para o Hospital Universitário Oswaldo Cruz. A paciente foi adequadamente transportada, isolada, está fazendo os exames necessários. A partir da mudança do diagnóstico em relação a pacientes oriundos da Itália, ela se enquadra como caso suspeito.”

    A paciente já passou por exames laboratoriais, que seguiram para análise no Lacen de Pernambuco (testes para influenza) e no Instituto Evandro Chagas, no Pará (teste específico para o coronavírus). Os resultados devem sair em até 72 horas.

    Folha