Página inicial

Notícia > Política

  • 13.01.2020 - 13:24

    Também acusado por Livânia de receber "mensalão", governador João Azevedo classifica de retaliação

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    Também acusado por Livânia Farias de receber uma espécie de ‘mensalão’ para custear suas despesas pessoais, já que estava afastado do cargo de secretário para disputar o governo do estado, o governador João Azevedo atribuiu as declarações da ex-secretária nas investigações da Calvário a nada mais do que uma retaliação por ter sido afastado da sua gestão.

    “Eu dizia claramente que desde o início do ano, quando eu comecei a tomar medidas, em um conjunto de coisas que eu entendia que fosse corretas dentro do Governo, retaliações iriam acontecer e tá aí a prova, isso é natural. Você acha que pessoas que foram afastadas do governo, pessoas que foram citadas com algum tipo de envolvimento estão satisfeitas com esse processo? Jamais”.

    A reação do governador ocorreu durante solenidade na manhã desta segunda-feira (13) na Vila Olímpica do Bairro dos Estados.