Página inicial

Notícia > Policial

  • 08.12.2019 - 02:37

    MORTE DO EMPRESÁRIO: polícia trabalha com hipótese de latrocínio, mas não descarta execução

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    O empresário Uranildo Cunha, o Urupio, bastante conhecido na orla do Bessa, foi assassinado na manhã deste sábado, 7, por volta das 9h30 com um tiro no peito, nas proximidades dos bares do Golfinho e Fulanos, na Praia do Bessa, em João Pessoa.

    As primeiras informações dão conta de que dois jovens, aparentando ser menores de idade, teriam abordado o empresário que estava sentado em uma cadeira à beira-mar e pedido que ele entregasse um cordão de ouro, relógio e outros pertences. Mas ele teria recusado e entrado em briga corporal com um dos assaltantes, sendo atingido por uma bala de arma de fogo.

    Há outra informação, porém, de que a vítima estava na areia da praia comemorando o aniversário de 60 anos quando um carro parou e um homem desceu e foi em direção ao empresário. Pelo estilo de crime, as testemunhas acreditam que foi uma execução.

    A polícia trabalha, inicialmente, com a possibilidade do crime de latrocínio (matar para roubar). O corpo da vítima ficou no local por aproximadamente três horas, aguardando a perícia do Numol.

    Urupio, segundo informações, era tio do humorista e advogado Rafael Cunha. Ele gostava de frequentar os bares da praia do Bessa e era uma pessoa bastante extrovertida e com muitos amigos. Ele estava completando 60 anos exatamente neste sábado, dia em que os criminosos tiraram a vida dele. (com informações do fatospb)