Página inicial

Notícia > Saúde

  • 14.02.2020 - 02:45

    Cuidados com o sexo durante o carnaval

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    A hora da folia carnavalesca já chegou. Se você está solteira, sabe que vai rolar muita festa e, é claro, muita paquera. A festa mais sensual do Brasil é repleta de beijos e sexo casual, aumentando bastante as chances de contaminação por doenças sexualmente transmissíveis. Por isso, o primeiro passo para ter um carnaval seguro é abastecer sua mala de camisinhas.

    Ela é a melhor forma de prevenção e jamais deve ser dispensada. Use-a não somente para o sexo vaginal, mas também na prática do sexo anal e oral. Até para a masturbação seu uso é importante, já que se o parceiro tiver gonorreia, a mulher pode se contaminar por coçar os olhos após o contato com o esperma. Não tenha medo de tomar a iniciativa e sacar o preservativo do bolso, é sua saúde em jogo.

    Lembre-se que a camisinha não a protege somente da Aids, mas também de doenças como a sífilis, gonorreia e alguns tipos de hepatite, em especial a tipo B. Mas nem todas as doenças podem ser prevenidas por seu uso. O HPV é um exemplo: o vírus pode ficar em áreas não protegidas pela camisinha como o saco escrotal, então é importante fazer exames periódicos.

    A boa notícia é que já existem as vacinas contra o HPV, que podem ser tomadas por mulheres de 9 a 26 anos e que ainda não tiveram contato com a doença. No caso da Hepatite B também existe vacina disponível em três doses. Quando voltar para casa, observe seu corpo. No caso de qualquer alteração, como corrimento diferente, lesões na pele ou na vagina, procure seu ginecologista. (Fonte: Mundo Pop)