Página inicial

Notícia > Política

  • 08.10.2019 - 17:39

    Crise no sistema de transporte coletivo da Capital caminha para um quadro irreversível

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    O sistema de transporte coletivo na Capital passa por uma crise sem precedentes e de situação praticamente irreversível. Quem afirma é o presidente do Sindicato  dos Transportes Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP), Isac Júnior.

    Ao participar de vários programas radiofônicos, ele disse  (8) que a Prefeitura de João Pessoa é incapaz de combater o transporte clandestino que está tomando conta das ruas do centro da capital como também dos bairros.

    Isac sublinhou que os principais pontos aonde o transporte coletivo opera com maior intensidade são a Avenida Josefa Taveira, em Mangabeira, a Visconde de Pelotas e o entorno do Lagoa, no centro de João Pessoa.  “Nesses locais você é abordado constantemente pelos motoristas clandestinos que oferecem o serviço”, disse o sindicalista.

    Ele informou que por causa dessa situação, as empresas de ônibus estão operando no “vermelho’.

    - Em 2013 eram  94 milhões de passageiros e este ano esse número baixou para 66 milhões - acentuou.