Página inicial

Notícia > Saúde

  • 05.11.2019 - 17:24

    Conheça os benefícios da pinha para a sua saúde

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    A pinha, pertence a família das anonáceas, a mesma da graviola e da atemoia, por exemplo, sendo extremamente rica em fibras, vitaminas e minerais como o cálcio, ferro, potássio, magnésio e fósforo. Ela também é rica em hidratos de carbono, proteínas e em açúcares naturais, que fazem da fruta do conde uma ótima opção para sobremesas, desde que não haja exagero, claro, devido o seu alto valor calórico.

    Veja os principais benefícios da pinha para a nossa saúde

    Pele e cabelo: Graças a presença da vitamina C, um antioxidante responsável por beneficiar a saúde da pele e cabelo, proporcionando a manutenção, hidratando e dando brilho aos fios e jovialidade à pele.

    Previne a prisão de vente: Por serem frutas ricas em fibras, ajudam a regular o intestino e auxilia na eliminação de toxinas do corpo.

    Combate a anemia: A união do ferro e da vitamina C, dois nutrientes extremamente importantes para a nossa saúde, potencializa a absorção do mineral no organismo, que é essencial para combater a doença.

    Melhora o sistema imunológico: A fruta do conde pode ajudar a neutralizar os radicais livres e fortalecer o nosso organismo, prevenindo dores de cabeças e resfriados. Também ajuda a combater o envelhecimento precoce das células e beneficia a cicatrização de ferimentos.

    Saúde dos músculos: O consumo regular da fruta do conde pode combater a fraqueza muscular, graças a presença do magnésio e do cálcio, que também é fundamental para a saúde dos ossos, além de prevenir cãibras e controlar a pressão arterial.

    Conheça outras frutas da família das anonáceas

    Composta pela pinha, graviola, atemoia, araticum, etc, a família das anonáceas é grande e bem parecida, tanto visualmente, quanto nutricionalmente. Entre tantas similaridades de textura e composição, veja o que destingue cada uma e entenda como não confundir essas frutas. A Dra. Thalita faz uma análise:

    Graviola: Fruta levemente cítrica e cremosa, a polpa branca da Graviola tem um perfume mais suave, que é usado para aromatizar receitas doces. Ao contrário da pinha, possui menos calorias, sendo mais indicada para a alimentação de diabéticos, por exemplo.

    Atemoia: Por ser uma fruta híbrida formada a partir do cruzamento da cherimóia com a pinha, e a que mais se aproxima das características da fruta do conde. Contudo, a sua diferença se dá pela casca, que tem um formato menos ondulado e é mais macia.

    Araticum: É a menor dentre as principais anonáceas. Possui um sabor ainda mais ácido e adocicado do que a pinha. A sua polpa pode ser amarelada ou rosada, sendo mais macia.

    Os chás feitos com anonáceas são ótimos para atletas!

    As partes mais utilizadas destas frutas são as suas folhas, sementes, frutos, casca do tronco e raízes. Essas folhas ainda servem para o preparo de chás medicinais, que ajudam no alívio de cãibras, espasmos e colite. Contudo, por serem alimentos que possuem boa quantidade de frutose, precisam de moderação. "São frutas calóricas que devem ser consumidas dentro de um plano alimentar equilibrado, ótimas para praticantes de atividades físicas, por exemplo" ressalta a Dra. Thalita.

    (https://www.conquistesuavida.com.br/noticia/pinha-atemoia-araticum-voce-sabe-as-diferencas-veja-mais-sobre-cada-uma_a3693/1