Página inicial

Notícia > Policial

  • 16.01.2020 - 05:50

    Caso Emanuelle: assassino da criança é encontrado morto em presídio

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    O assassino da menina Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos, Aguinaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, cometeu suicídio no Centro de Detenção Provisória de Cerqueira César, a 304 quilômetros de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (15).

    A informação foi confirmada pela equipe da Polícia Civil de Chavantes, cidade em que ocorreu o crime, também no interior de São Paulo.

    Segundo o boletim de ocorrência, ao fazer a contagem dos presos por volta de 5 horas da manhã, um funcionário encontrou Aguinaldo enforcado.

    De acordo com a polícia, ele estava sozinho na cela e utilizou um lençol que foi amarrado na ventana e também ao pescoço. A enfermeira da unidade constatou o óbito.

    O corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Avaré.

    Na manhã desta quarta-feira, o delegado Marco Aurélio de Cerqueira César foi até a cadeia em que ocorreu a morte para acompanhar o trabalho da perícia.

    Entenda o caso

    Aguinaldo Guilherme Assunção confessou à polícia ter matado Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos, que estava desaparecida desde sexta-feira (10) em Chavantes, no interior de São Paulo, por vingança.

    Ele era vizinho da vítima e alegou que cometeu o crime porque a mãe da menina não permitia que ela brincasse com o enteado dele.

    Para atrair a criança que brincava em um parquinho, ele chamou Emanuelle para colher mangas, que seriam entregues como presente para a mãe dela.

    A menina foi flagrada por câmeras circulando sozinha pela rua, mas sendo seguida pelo suspeito.

    A garota foi de bicicleta com Aguinaldo até uma área de reflorestamento e no local, segundo a polícia, ele teria dado uma facada nas costas da menina e em seguida outros golpes no peito dela. No total foram 13 golpes.

    A Polícia Civil investiga se a criança foi vítima de abuso sexual.

    O laudo deve sair em até 30 dias.

    https://conexaopolitica.com.br