Página inicial

Notícia > Diversos

  • 24.10.2019 - 05:49

    APLJ promove encontro com juristas e intelectuais

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     

    A Academia Paraibana de Letras Jurídicas (APLJ) realizou uma reunião no Restaurante Tamarindo, em um hotel da Rede Nord Hotéis, com acadêmicos e convidados para compartilhar ideias e apontar soluções a questões importantes e pontuais no âmbito jurídico, político e econômico.

    A Academia está completando 42 Anos de existência e procura desde então realizar atividades e encontros atrativos, onde escritores, advogados e estudiosos se reúnem para debater sobre os mais variados temas ligados ao Direito, política, educação e cultura.

    Durante o almoço houve uma palestra com o advogado, jornalista e professor Josinaldo Malaquias, que tratou com maestria sobre a questão do pós-modernismo, que dá uma grande guinada acerca do fenômeno jurídico. “Ainda estamos muito arraigados ao modernismo da modernidade”, lembrou.

    Integrantes da APLJ, a exemplo do advogado e professor Ivo Borges e do escritor e também advogado Cleanto Gomes Pereira também se pronunciaram e fizeram algumas intervenções.

    O presidente da Academia Paraibana de Letras Jurídicas, advogado Ricardo Bezerra lembrou o papel cultural e social que a APLJ tem, buscando sempre ajudar a sociedade a compreender os preceitos e ensinamentos jurídicos, fazendo constantes intersecções com os fundamentos culturais.

     O presidente lembrou que anualmente o Conselho da Academia se reúne para outorgas de comendas e são analisadas personalidades do campo jurídico, empresarial, e da cultura. Este ano o homenageado foi o empresário Roberto Cavalcanti, presidente do Sistema Correio de Comunicação.  “Dr. Roberto, que foi um dos nossos colaboradores teve o nome aprovado com louvor para ser um dos nossos homenageados nas comemorações de 42 anos da APLJ”, destacou.

    A Academia Paraibana foi fundada em 1977. É a terceira mais antiga do país, só perde para a Academia Brasileira, que foi criada em 19575, e a Academia Pernambucana, que data de 1976. Ricardo Bezerra é o atual presidente, tendo Alberto Sales como vice-presidente, Jário Rangel Targino como secretário-geral e Renato Carneiro César como tesoureiro.